História - O PREÇO DA INVEJA

Uma mulher vendia queijos na feira quando um gato se aproximou e roubou um dos queijos. Um cão viu o gato e tentou tirar o queijo dele. O gato enfrentou o cão e eles começaram a brigar. O cão latia, rosnava e avançava. O gato miava e arranhava, mas nenhum dos dois conseguia ganhar a briga.
Foi então que apareceu a raposa e vendo a briga ofereceu-se para ajudar. O gato disse que ela podia ser o juiz e contou-lhe o caso.
A raposa propôs uma solução: que dividissem o queijo ao meio, assim, não precisariam brigar mais e ambos sairiam satisfeitos por comer.
Aceitaram a proposta.
A raposa então pegou uma faca e cortou o queijo ao meio. Mas ao olhar sua parte, o cão reclamou que seu pedaço estava menor.
Ela, após analisar cuidadosamente disse:
Você tem toda razão!
E para resolver o problema, deu uma mordida na metade do gato e disse que assim, os dois pedaços ficariam iguais!
Mas desta vez, foi o gato que reclamou, afirmando que seu pedaço havia ficado menor que o do cachorro.
A raposa colocou os óculos... analisou criteriosamente e exclamou:
- Você tem toda razão! Mas num instante eu conserto isso.
E mordeu o pedaço de queijo do cachorro!
A coisa continuou por tanto tempo, ora o gato reclamando, ora o cão protestando, ora a raposa mordendo o queijo de um, ora de outro, que ela terminou por c o m e r  
t o d o  o  queijo, bem diante dos olhos dos dois invejosos!
 
Esta é uma história da tradição judaica que conheci através do livro "O ofício do contador de histórias", de Gislayne Avelar e Inno Sorsy.
Por ser bem curtinha, é muito fácil de memorizar e se contada com humor, principalmente no final, agrada muito as crianças.
 

Um comentário:

  1. Achei fantástico essa história... Muito simples, mas com um ensinamento maravilhoso.
    Obrigado.

    ResponderExcluir